A notícia avançada na ultima sexta-feira e que dava conta de que o treinador português Litos está de saída da Liga Muçulmana foi, no passado sábado, confirmada pelo próprio técnico após o jogo com o Kaizer Chiefs da África do Sul.
O treinador confirmou que a sua saída está relacionada com questões salariais.
"De facto saio lesado monetariamente e pessoalmente, visto que estava muito longe da família por aquilo que não foi cumprido pelas pessoas. Por esta alteração que queriam no contrato, referir que estou triste com a decisão que tomei mas tenho que a tomar porque não tenho mais condições para continuar", disse Litos.
O facto de o plantel dos Muçulmanos ter ficado fragilizado com a saída de muitos jogadores, sendo que o avançado Sonito foi o último a ser negociado para os angolanos do Bravos de Maquis, não é visto pelo treinador como aspeto que precipitou a sua posição.
"A situação do Sonito não foi a gota de água, embora tenha sido um caso em que hoje era carne e amanhã era peixe, o que criou grande estabilidade no jogador e na própria equipa, é evidente que saiu magoado, É evidente que as pessoas não cumpriram o que combinamos. É claro que não vou entrar para aquilo que é o contrato que estava combinado com a Liga Muçulmana", disse Litos.
Durante o período em que esteve com na Liga Muçulmana, Litos conquistou o título de campeão mocambicano, uma Taça e uma Supertaça.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.