No dia em que se cumprem 46 anos desde a sua primeira grande conquista – o Euro de 1964 –, a selecção espanhola, pouco habituada a derrotas desde que se tornou campeã europeia em 2008, tem como missão provar que o seu estilo de jogo (o famoso “tiqui-tac”) continua igualmente bonito e eficaz.

Por isso, aquele que na teoria era o seu jogo mais fácil na África do Sul tornou-se uma verdadeira final. Aprendida a lição de não menosprezar os adversários e analisados os erros que conduziram ao triunfo da Suíça, a Espanha precisa de ganhar para poder aspirar a estar nos oitavos de final e de ganhar por goleada para aspirar ao primeiro lugar do grupo H.

Com a entrada de Fernando Torres a ser ainda uma incógnita na equipa de Vicente del Bosque, que poderá poupar um queixoso Andrés Iniesta, para o jogo de segunda-feira há já duas certezas.

A primeira é que do lado espanhol, a táctica não vai mudar, como prometeu “El Niño” de forma metafórica: “Podemos morrer, mas, morreremos com as nossas ideias”.

A outra é que, para os hondurenhos, “La Roja” será um adversário “duríssimo”.

“A Espanha será (um adversário) duríssimo, já que continua a ser favorita, apesar de ter perdido com a Suíça”, frisou Jerry Palacios numa entrevista à página oficial da FIFA.

Para um dos três irmãos Palácios que representam as Honduras na África do Sul, “tudo pode acontecer”.

"O meu irmão Wilson quando era pequeno dizia que um dia ia ser titular da selecção num Mundial e cumpriu-o. Portanto, na vida nada é impossível”, acrescentou.

O seleccionador das Honduras, o colombiano Reinaldo Rueda, prometeu alterações no onze inicial, dizendo que a sua equipa tem de ser mais “atrevida” se quiser ganhar à Espanha.

Espanha e Honduras defrontam-se segunda-feira no Ellis Park de Joanesburgo, na segunda ronda do grupo H, depois de ambas terem perdido os seus jogos inaugurais frente à Suíça e ao Chile, respectivamente.

As duas selecções reencontram-se 28 anos depois do seu primeiro e único encontro no primeiro jogo do no Mundial'82, que terminou com um surpreendente empate a um golo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.