À partida para o encontro, Portugal “já ganha” por meio golo à formação brasileira que tem, assim, “menos meio golo” face aos “navegadores portugueses”, indicador que demonstra a vantagem brasileira face aos portugueses e que só proporciona prémio para quem apostar no Brasil se a equipa de Dunga vencer.

Noutro tipo de aposta, quem acreditar que serão marcados na partida mais 2,5 golos (terão de ser três) pode ganhar 2,05 patacas (cerca de 20 cêntimos de euros) por cada pataca apostada e quem colocar os avançados de folga e preconizar (e acertar) que serão marcados menos de dois golos, então pode ganhar 1,75 patacas (17,5 cêntimos de euro) por cada pataca apostada.

Este cenário traduz a confiança dos promotores de apostas num jogo em que nenhuma das equipas quererá arriscar muito e estará mais interessa em gerir o esforço dos jogadores para a fase seguinte a eliminar.

Uma vitória de Portugal vale nas apostas da Macau-Slot 3,78 patacas (cerca de 38 cêntimos de euro) por cada pataca apostada, o empate 2,75 patacas (27,5 cêntimos de euro) e a vitória brasileira 2,1 patacas (21 cêntimos de euro).

Já no confronto entre a Coreia do Norte e a Costa do Marfim, os pupilos de Eriksson são os favoritos e levam golo e meio de desvantagem o que só possibilita prémio a quem apostar na equipa se esta vencer por mais de dois golos.

A derrota por 7-0 da Coreia do Norte frente a Portugal faz com que os promotores de apostas até acreditem em mais de três golos no jogo, pagando um prémio de 1,85 patacas (cerca de 19 cêntimos de euro) por cada pataca apostada.

Menos de dois golos vale um prémio de 1,95 patacas ou cerca de 20 cêntimos de euro.

A vitória da Coreia do Norte é paga a 9,1 patacas (90 cêntimos de euro) por cada pataca apostada, o empate a 4,2 patacas (42 cêntimos de euro) e a vitória da Costa do Marfim a 1,32 patacas.

Nas apostas para a vitória no grupo, o Brasil paga 1,28 patacas (cerca de 13 cêntimos de euro) por cada pataca apostada e Portugal 3,35 patacas (33,5 cêntimos de euro).

A formação brasileira continua a mais cotada para vencer o mundial, pagando 4,3 patacas (43 cêntimos de euro) por cada pataca, surgindo agora no segundo lugar a Argentina de Maradona, que paga 4,5 patacas ou 45 cêntimos de euro, enquanto que Portugal está uns furos abaixo e contribui com 22 patacas (2,2 euros) por cada pataca apostada caso vença o mundial.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.