O Brasil, pentacampeão mundial e líder do grupo G, vai agora defrontar a Costa do Marfim, que empatou sem golos frente a Portugal, e espera um adversário menos defensivo que os coreanos.

“Esperamos que eles não joguem muito à defesa”, afirmou o avançado Robinho, acrescentando: “Quando o adversário joga muito à defesa torna-se complicado para nós”.

Segundo o avançado Nilmar, “é mais difícil defender do que atacar”. O jogador acredita que “a Costa do Marfim tem jogadores de qualidade e precisa de tentar ganhar o jogo para poder chegar aos oitavos de final”.

A “canarinha” defronta domingo a Costa do Marfim, em Joanesburgo, e joga com Portugal no último desafio da “poule”, no dia 25, em Durban.

Os brasileiros lideram o Grupo G, com três pontos, seguidos de Portugal e Costa do Marfim, com um, enquanto a Coreia do Norte ainda não somou pontos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.