“Se Portugal jogar assim contra o Brasil dificilmente ganhará pontos”, escreveu Luís Figo num comentário publicado hoje na primeira página do principal jornal desportivo chinês, o semanário “Ti Tan”.

“Fei Ge” (Figo, em chinês) diz que não é crítico de futebol e admite que a táctica do treinador, Carlos Queiroz, “estará certa”, mas lamenta a falta de ataque evidenciada no jogo de terça-feira, no arranque do Grupo G do Mundial da África do Sul.

“Não compreendo porque é que num jogo de 90 minutos não se ouse fazer um ataque”, diz o antigo capitão português.

Segundo Luís Figo, na primeira parte “a Costa do Marfim controlou o meio campo e a circulação da bola”.

“Há muitos anos que a selecção portuguesa não tem um Rui Costa!” e “com o medo de perder, a selecção recuou no terreno”, comentou.

Após a entrada de Tiago e Simão, observou ainda Figo, Portugal “retomou o meio campo”, mas continuou sem atacar.

O jogo Portugal-Costa do Marfim foi transmitido em directo pelo canal de Desporto da CCTV (Televisão Central da China).

Embora a China não tenha conseguido qualificar-se para a fase final do Mundial, a CCTV transmitirá todos os jogos e, pela primeira vez, uma empresa chinesa, a Yingli Solar, é um dos patrocinadores do campeonato.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.