Os suspeitos têm idades compreendidas entre os 30 e 40 anos. Após a detenção dos assaltantes, a polícia conseguiu recuperar algum do material roubado, nomeadamente dinheiro, passaportes e material fotográfico.

“Em 24 horas, quatro suspeitos foram detidos e recuperados objectos do roubo. Estamos a continuar as investigações e, em breve, os suspeitos vão ser levados a tribunal”, revelou o brigadeiro Mariemuthoo.

Em conferência de imprensa, Mariemuthoo, que estava acompanhado pelo capitão Dinis Adrião, do gabinete do chefe da polícia sul-africana, revelou que os três jornalistas assaltados vão ser chamados para fazerem a identificação dos suspeitos e do material recuperado.

O porta-voz referiu ainda que a zona de Magaliesburgo vai ter um reforço policial e vai haver mais visibilidade em redor dos lodges onde os jornalistas portugueses estão alojados.

Contudo, Mariemuthoo lembrou que “já existia crime na África do Sul antes do Mundial e vai continuar a existir depois”.

Os suspeitos deverão comparecer em tribunal nas próximas 48 horas, acrescentou a polícia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.