No lance o defesa central tentou afastar a bola com o cabeceamento, após um cruzamento do holandês Robin van Persie, mas esta tocou nas costas do seu companheiro de equipa Agger e entrou na baliza.

Inicialmente o auto-golo havia sido atribuído a Poulsen, mas o grupo de estudos técnicos da FIFA reviu as imagens do jogo de abertura do E, que terminou com a vitória, por 2-0, da Holanda, e decidiu oficialmente por Agger.

Nas imagens televisivas é possível ver que o erro é de Poulsen, e que Agger, de costas, não teve interferência objectiva no lance, vendo apenas a bola bater-lhe nas costas antes de entrar na baliza.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.