Mal o árbitro apitou para o final do jogo, que a Holanda venceu por 3-2, milhares de pessoas festejaram o feito, que a equipa holandesa já não conseguia desde 1978, quando perdeu pela segunda vez consecutiva uma final de um mundial.

O ecrã gigante, com uma superfície de 88 metros quadrados, foi instalado frente ao Rijksmuseum, um dos mais célebres museus da Holanda, num enorme terreno terraplanado coberto de relva, nas proximidades do museu Van Gogh.

Também em Eindhoven foi instalado um ecrã gigante, tendo assistido à partida, segundo estimativas da polícia, cerca de 25 000 pessoas, enquanto, no aeroporto Amesterdão-Schiphol, cerca de 700 passageiros, em trânsito ou em vias de viajar, puderam assistir ao jogo noutro ecrã gigante.

A televisão holandesa estima agora que cerca de 11,5 milhões de holandeses, num país com uma população a rondar os 16,5 milhões, vão assistir à final de domingo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.