"Acabou: Dunga confirma que não fica na selecção", começa por referir o site do jornal O Estado de São Paulo, Estadão.com.br.

O jornalista destacado para Port Elizabeth escreveu que "se havia alguma dúvida, está desfeita", sublinhando que Dunga "confirma a saída na entrevista colectiva", após a eliminação do Brasil, por 2-1, no embate com a Holanda, nos quartos de final do Mundial.

Acrescenta-se no Estadão.com.br que Dunga assumiu "a parcela maior" das culpas, embora tenha referido que "é de todos na selecção".

A Folha.com reproduz declarações de Dunga, em que o técnico refere que estava prevista a saída da selecção brasileira.

"Todos sabem que, quando cheguei à selecção brasileira, era quatro anos que eu ia ficar", disse Dunga, evitando culpar Felipe Melo, autor do passe para o golo do Brasil no jogo com a Holanda, em que o médio acabou por ser expulso e a formação "canarinha" eliminada.

A página na Internet referiu que Felipe Melo "já foi eleito o vilão brasileiro" do Mundial, mas Dunga declarou que "não é justo falar apenas de um jogador".

"Quando o Brasil vence, todos vencem. Não é justo jogar responsabilidades em apenas um jogador", disse.

Também o site Lance se refere à saída de Dunga, dizendo que "já não é mais o seleccionador" do Brasil, pentacampeão mundial.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.