O dia acordou quente em Durban. A temperatura deve chegar aos 26 graus centígrados e no exterior do estádio a festa dos adeptos portugueses e brasileiros começa a aquecer. Ronaldo, ou melhor, alguém muito parecido, vai dando nas vistas, abraçado à sua namorada brasileira.

Do lado verde e amarelo um cartaz onde se lê “Ronaldo há só, os outros são Cristianos”, vai dando mote para o receio que os canarinhos têm do melhor jogador do mundo. As opiniões sobre o resultado final dividem-se, sendo o empate o que mais satisfaz portugueses e brasileiros.

O estádio Moses Mabhida vai estar cheio, este foi o primeiro jogo do Mundial 2010 a esgotar, e os adeptos esperam “um bom espectáculo de futebol” apesar das contas estarem praticamente decididas, independentemente do resultado. No entanto, para os brasileiros “perder nunca”.

Neste último jogo haverá muitos adeptos chegados de Portugal mas a grande maioria continuam a ser os emigrantes que têm apoiado incondicionalmente os navegadores desde o dia da chegada a Magaliesburg. O português já não é fluente mas sempre serve para o grito “viva Portugal”.

A festa nas bancadas promete e em campo pedem-se golos. O jogo tem início às 16h00 locais, menos uma em Lisboa, com Ronaldo em campo e o sósia nas bancadas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.