O selecionador de Portugal comentou o sorteio para a fase de qualificação do Mundial2018, realizado este sábado em São Petersburgo.

“Não há que ficar nem demasiado preocupado nem demasiado aliviado. Fiquei satisfeito por ficar num dos grupos com seis equipas, porque quando existem paragens causa sempre alguma estranheza no planeamento”, disse Fernando Santos ao site da Federação Portuguesa de Futebol.

A seleção portuguesa de futebol teve um sorteio muito favorável, ao ‘fugir’ a França e Itália na qualificação para o Mundial2018 e calhar com Suíça, Hungria, Ilhas Faroé, Letónia e Andorra, no Grupo B.

“É um grupo em que Portugal naturalmente parte como um dos favoritos a chegar, mas isso aconteceria em qualquer grupo. A Suíça tem evoluído muito, a Hungria está em fase de crescimento e tem um treinador novo - e posso dizer que antes de vir para Portugal tive um convite da Hungria e sei a aposta forte que querem fazer na seleção”, referiu.

“Independentemente do sorteio o objetivo de Portugal é estar presente no Mundial e queria deixar um recado já: agora estou preocupado com o Euro 2016, isso é que me interessa. Mas, para o futuro, dizer já que nada é fácil”, acrescentou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.