A candidatura conjunta de Portugal e Espanha à organização do Mundial de futebol de 2018 considerou hoje óbvia a decisão da FIFA de ilibar o projecto ibérico e o do Qatar das suspeitas de troca de votos.
“É uma decisão que obviamente não nos surpreende. Sempre dissemos que os rumores, como a própria FIFA os qualificou, não tinham qualquer fundamento”, disse à agência Lusa um co-responsável pela imprensa da candidatura ibérica.
A Comissão de Ética da FIFA ilibou hoje Portugal e Espanha das suspeitas de troca de votos com o Qatar, levantadas pelo jornal britânico Sunday Times.
Segundo a mesma fonte, o projecto ibérico “aguarda tranquilamente o anúncio” da candidatura vencedora da organização do Mundial de 2018, agendada para 2 de Dezembro, em Zurique.
Além da Portugal e Espanha, concorrem à organização do evento em 2018 Inglaterra, Rússia e o projecto conjunto de Bélgica e Holanda.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.