A FIFA revelou esta quinta-feira que vai falar com as cadeias de televisão internacionais para que sejam reduzidas as imagens nas bancadas dos estádios em que estão a decorrer os jogos do Mundial 2018.

O organismo que gere o futebol mundial explicou que tomou esta medida devido às elevadas queixas de sexismo que têm surgido durante o Campeonato do Mundo - já foram registadas 30 queixas.

A medida é para aplicar não apenas nos últimos dois jogos que faltam do Mundial 2018, mas em outros eventos.

"Falamos de forma individual com todas as operadoras para que deixem de focar nas raparigas que podem ser consideradas atraentes. É trazer uma carga sexista desnecessária ao futebol", explicou em conversa com os jornalistas Federico Addiechi, diretor responsável pelo programa de diversidade da FIFA.

O organismo que gere o futebol mundial anunciou ainda que estão a ser pensadas medidas para evitar os casos de assédio sexual a repórteres femininas que aconteceram durante a competição.

O mais recente caso aconteceu com a jornalista María Gómez, da estação televisiva italiana Mediaset, que recebeu beijos de vários homens enquanto estava em direto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.