Os presidentes de câmara da Eurocidade Chaves-Verín vão ver juntos, na fronteira, o jogo entre Portugal e Espanha no Mundial de futebol de 2018, na sexta-feira, pondo à prova o “sentimento de irmandade”.

O encontro, programado para as 19:00, na sede desta entidade supramunicipal – antiga alfândega de Feces de Abaixo – estará aberto a quem lá quiser assistir ao jogo, anunciou hoje a Câmara Municipal de Chaves, em comunicado enviado à Lusa.

A dois dias do confronto ibérico, o edil flaviense, o socialista Nuno Vaz, acredita num jogo “muito renhido”, mas do qual a seleção portuguesa sairá vencedora.

Sem fazer prognósticos, o autarca referiu que apesar das divergências dentro das quatro linhas, no final Chaves e Verín continuarão a falar a uma só voz.

Independentemente do resultado e do vencedor, Nuno Vaz vincou que a relação entre os dois concelhos não sairá "abalada" desta iniciativa, uma repetição do que foi feito no Euro2012, em que a Espanha eliminou Portugal nas meias-finais, no desempate por grandes penalidades.

A Eurocidade Chaves-Verín, pioneira na Europa e com mais de dez anos de existência, partilha já um cartão de descontos, uma agenda cultural e atividades conjuntas.

A estreia da formação lusa no Mundial de 2018 está marcada para sexta-feira, em Sochi, face à Espanha, num embate do Grupo B marcado para as 21:00 locais (19:00 em Lisboa).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.