O desafio entre os Países Baixos e a Letónia, de apuramento para o Mundial2022 de futebol, vai ter até 5.000 espetadores, servindo de ensaio para a possibilidade de admitir público nas bancadas no Euro2020.

“Os resultados favoráveis neste teste podem acelerar o processo para conseguirmos os estádios cheios nas fases finais da temporada 2020/21 no futebol profissional e no campeonato da Europa”, justificou a Federação Holandesa de Futebol.

A Arena Johan Cruyff, em Amesterdão, é um dos 12 recintos anfitriões do Euro2020, adiado um ano devido à pandemia da covid-19, recebendo três partidas da fase de grupos e uma dos oitavos de final.

Os adeptos autorizados a ir ao encontro devem submeter-se a um teste rápido de COVID-19 antes de aceder ao recinto e registar-se numa aplicação em smartphone.

Nas bancadas serão criadas bolhas de adeptos que não se podem misturar entre si, sendo ainda definidos diferentes horários de entrada, para evitar aglomerações.

Num desses grupos será medido, durante o encontro, a dispersão de aerossóis no ar, a principal via de contágio do vírus.

Este teste já tinha sido feito em dezembro no mesmo recinto, mas sem público e com recurso a geradores artificiais.

A parceria entre o governo e o setor dos eventos já tinha permitido estudos similares em dois jogos da segunda divisão dos Países Baixos, nos quais foram permitidos 1.500 adeptos, bem como num concerto de música, em 6 de março em Amesterdão, que recebeu 1.300 pessoas.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.