Lewandowski foi uma das ausências mais notadas na derrota da Polónia frente à Hungria (1-2), no derradeiro jogo de apuramento para o Mundial2022, por opção do selecionador Paulo Sousa.

O goleador do Bayern Munique garantiu que não existe qualquer desentendimento com o técnico português e explicou o motivo da sua ausência.

"Nunca me recusei a jogar pela seleção e isso nunca vai acontecer. Não há conflito nenhum. Vou lutar até à exaustão para tentar levar a equipa ao Mundial", garantiu o avançado, citado pelo site da federação polaca.

"Conhecendo o meu corpo sabia que não estaria em condições para os dois jogos. O selecionador não quis subestimar Andorra e lançou-me nesse jogo. Depois combinámos que, em caso de vitória, outros jogadores seriam lançados contra a Hungria", esclareceu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.