O médio de 20 anos foi um dos jogadores que acabou por falhar na marcação do castigo máximo, e no final do jogo veio assumir a “responsabilidade”.

“Estou muito triste. Assumo a responsabilidade. Já tinha marcado vários penaltis, esta época, e chutei grande parte deles para o meio. Infelizmente, hoje, não consegui marcar para o meio, o guarda-redes esperou até ao fim. Mas, assumo completamente a responsabilidade. Sei que pode ter tido influência no resultado final, mas, ninguém está mais triste do que, neste momento”, declarou o jovem que esta época jogou no Chaves por empréstimo do Benfica.

Guzzo nega que tenha tentado picar a bola à Panenka: “Nunca iria brincar com uma situação dessas, a representar a Seleção e nem no clube. Quis chutar no meio. Não podia chutar com muita força, porque ele podia pegar com o pé, se se atirasse para um dos lados; tentei tirar um bocado de força, mas, ele esperou. Nem olhei para o guarda-redes. Mérito dele, demérito meu”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.