O avançado Ricardo Pereira observou hoje que a seleção portuguesa de sub-20 continua com os “objetivos intactos” no Campeonato do Mundo da categoria, apesar do empate 2-2 concedido na segunda-feira frente à Coreia do Sul.

«Continuamos com objetivos intactos. Queríamos ter ganhado, não foi possível, mas pelo menos não perdemos. Há que continuar a trabalhar.

Queremos passar em primeiro lugar [no grupo B] e passa por ganhar a Cuba e fazer um bom jogo», assinalou Ricardo Pereira, em declarações divulgadas no site oficial da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

O avançado foi suplente utilizado frente aos sul-coreanos, depois de ter sido titular na estreia frente à Nigéria (vitória de Portugal por 3-2), defendendo que a rotatividade numa fase final de uma grande competição internacional contribui para trazer mis competitividade.

O médio Tiago Silva ainda não foi utilizado pelo selecionador Edgar Borges, mas garantiu que tem «trabalhado para isso»:

«Gostava de ter uma oportunidade para jogar pela seleção nacional no Mundial, mas se não tiver fico muito contente se a seleção conseguir os seus objetivos.»

Tiago Silva considerou que Portugal dispõe de um «grupo muito forte», e que os erros defensivos nos dois primeiros jogos da competição, que decorre na Turquia, resultam de «alguma falta de concentração em alguns lances», mas, acima de tudo, do «mérito das equipas» adversárias.

Portugal, que lidera o grupo B em igualdade pontual com a Coreia do Sul, defronta na quinta-feira a “lanterna vermelha” Cuba, que conta por derrotas os dois jogos disputados, em jogo com início às 16h00 (hora de Lisboa), no Estádio Kadir Has, em Kayseri.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.