O selecionador nacional, Fernando Santos, fez este domingo a antevisão do jogo diante do Urguai, a contar para a segunda ronda do grupo H do Campeonato do Mundo. Portugal e Uruguai voltam a encontrar-se quatro anos após o jogo dos oitavos de final do Mundial de 2018. Apesar de muito ter mudado, Fernando Santos acredita que a matriz de jogo dos sul-americanos ainda é a mesma.

"Temos de pensar que Cavani e Suárez tinham menos cinco anos... Continuam a ser jogadores de enorme qualidade, acho que são duas grandes equipas, com valores emergentes. A maioria esteve no Mundial da Rússia, não estava Valverde, Darwin, De La Cruz. Aquilo que é a matriz não mudou assim tanto. Mudou as características de um jogador ou outro. Uma equipa que evolui normalmente em 4x4x2, o Darwin fechava à esquerda quando defendiam, mas a atacar ia para o meio. Não me parece muito distinta. Uma equipa forte, equilibrada, que sabe aproveitar os momentos do jogo. Têm ataque rápido, continuam a ser fortes no cruzamento. É também uma equipa que permite ao adversário jogar na sua zona, mas pode ser para chamar. Parece-me estratégia o adversário ir embalado e depois apertar no contra-ataque. Não vejo tanta diferença. Vai ser um grande jogo, como foi o de 2018. O Uruguai ganhou, mas podia ter perdido. Correu para o lado de Uruguai, acredito que pode correr bem para Portugal", afirmou o treinador luso.

Fernando Santos aproveitou também para confirmar a ausência de Danilo Pereira da partida; o selecionador nacional descreveu o incidente na origem da lesão e confirmou a titularidade de Pepe no eixo da defesa.

"Pepe vai jogar amanhã. Lesão? É daqueles lances que ninguém conseguiu perceber. Estávamos a preparar bolas paradas defensivas. No meio de uma embrulhada, ele gritou. Fomos todos ver, não parecia nada de grave. Estava com dificuldade em respirar, depois passou. Foi ao hospital. Temos de esperar pela evolução. Não sou médico, não sei explicar. Sei o tipo da lesão porque me explicaram. Se pudermos contar com ele, melhor. Mas temos três centrais e outros jogadores que também podem fazê-lo. Não podemos fazer drama, ficar a chorar. É o futebol. Ficamos tristes. Dizia de manhã aos jogadores, eles vieram focados, queriam muito, que ter uma lesão no Mundial é sempre uma coisa traumática. A todos nos toca, mas podemos aproveitar algo de positivo. A força que transmite se calhar vai fazer com que demos mais de cada um para dar alegrias aos portugueses", disse Fernando Santos.

O Portugal-Uruguai está marcado para a próxima segunda-feira, às 19 horas, no Estádio de Lusail. Em caso de vitória, a seleção portuguesa garante desde já a qualificação para os oitavos de final do Campeonato do Mundo.

O SAPO está a acompanhar o Mundial mas não esquece as vidas perdidas no Qatar. Apoiamos a campanha da Amnistia Internacional e do MEO pelos direitos humanos. Junte-se também a esta causa. 

Tudo sobre o Mundial2022: jogos, notícias, reportagens, curiosidades, fotos e vídeos

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.