"Uno-me a todo o continente (africano) e à diáspora para desejar o vosso êxito em todo o torneio e que sigam em frente", escreveu o ex-presidente da África do Sul e Nobel da Paz, no comunicado difundido pela Fundação Mandela, horas antes de o Gana defrontar o Uruguai

Mandela, que completa 92 anos a 18 de Julho, assinalou que "é um grande prazer ver que o Gana alcançou os quartos de final", numa "ocasião história em que, pela primeira vez, um Mundial de futebol se disputa em África".

O apoio de Mandela à selecção do Gana sucede ao manifestado hoje pela África do Sul e por diversos países africanos.

O Gana foi a única das seis equipas africanas presentes na fase final do Mundial da África do Sul a não ser eliminada na fase de grupos.

A Fundação Mandela ainda não sabe se Nelson Mandela assistirá à final do campeonato do Mundo, a 11 de Julho, no Estádio Soccer City, em Joanesburgo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.