Em entrevista à GQ, Mourinho foi confrontado com a hipótese de assumir o comando da seleção portuguesa no futuro.

O técnico diz que ainda não está cansado do trabalho nos clubes.

"Não estou cansado, de todo. Acho que ser treinador de um clube é o meu trabalho. Preciso de ter jogos todas as semanas e de treinar todos os dias. Acho que ainda estou mais longe de estar cansado do que há uns anos", afirmou.

Em relação aos favoritos ao Mundial, o técnico elege quatro e explica porquê.

"Jogadores como Ronaldo e Messi são tão bons que podem tornar as equipas deles ainda melhores do que são na teoria. Por isso, acho que Portugal e Argentina vão dar-se bem. Há também o Brasil, com Tite, que está muito bem a nível tático e defensivo e mantém aquele talento natural brasileiro. Há que tê-los em conta. E Espanha, que esteve muito bem na qualificação. Tem um misto de experiência com jogadores jovens, de qualidade. Mas nunca se sabe... Pode sempre haver uma surpresa no Mundial", acrescentou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.