A seleção de Cabo Verde foi impotente para contrariar o favoritismo da congénere nigeriana, que foi ao Mindelo vencer por 2-1, em jogo do grupo C da zona africana de qualificação para o Mundial2022 de futebol.

A seleção lusófona até começou bem o jogo e cedo se adiantou no marcador, aos 20 minutos, pelo lateral esquerdo Dylan Tavares, que alinha nos holandeses do Xamax, na segunda divisão, mas, 10 minutos depois, a Nigéria restabeleceu o empate pelo avançado Victor Osimhen, que joga no Nápoles, de Itália.

O golo decisivo aconteceu na sequência de um lance infeliz do médio cabo-verdiano Santos Rocha, jogador do Oostende, da segunda divisão belga, que fez um autogolo que valeu o segundo golo e a vitória dos nigerianos, grandes favoritos no grupo ao apuramento para o Mundial do Qatar.

Com este triunfo, a Nigéria lidera isolada com seis pontos, seguida da Libéria, com três, de Cabo Verde, com um, e da República Centro Africana, também com um, ao fim de duas jornadas.

Cabo Verde tinha empatado fora de casa a um golo na jornada inaugural frente à República Centro Africana.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.