A Coreia do Sul, treinada pelo português Paulo Bento, tem hoje a hercúlea tarefa de tentar apurar-se pela segunda vez na história para os quartos de final de um Mundial de futebol, num duelo com o pentacampeão Brasil.

Após ter conseguido uma vaga nos ‘oitavos’ graças ao triunfo sobre Portugal, que lhe permitiu ficar no segundo posto do Grupo H, a formação asiática vai defrontar a mais titulada das seleções, num encontro marcado para as 22:00 locais (19:00 em Lisboa), no Estádio 974, em Doha.

Tudo sobre o Mundial2022: jogos, notícias, reportagens, curiosidades, fotos e vídeos

Na antevisão ao encontro, Paulo Bento atribuiu claro favoritismo ao ‘escrete’, não só pelas individualidades de que dispõe, mas também pelo facto de o adversário ter tido a oportunidade de rodar o ‘onze’ na última jornada da fase de grupos, ao contrário dos sul-coreanos, que tiveram de jogar no limite diante da equipa das ‘quinas’.

Pela terceira vez nuns oitavos de final, a Coreia do Sul tentará exceder as expectativas e chegar, 20 anos depois, aos ‘quartos’ da competição, algo que só alcançou no Mundial coorganizado com o Japão, em 2002, em que atingiu as meias-finais e terminou na quarta posição.

No entanto, os asiáticos terão pela frente um Brasil que é sempre um histórico candidato a vencer o Campeonato do Mundo e que, nas últimas sete edições, passou sempre aos quartos de final. A última vez que tal não aconteceu foi no Itália1990, em que foi eliminado pela rival Argentina nesta fase da prova.

Os ‘canarinhos’ venceram o Grupo G, com seis pontos, após triunfos sobre Sérvia (2-0) e Suíça (1-0), e um desaire com os Camarões (0-1), na derradeira ronda, terminando em igualdade pontual com os suíços, mas com vantagem nos golos marcados face ao adversário de Portugal nos ‘oitavos’.

O selecionador brasileiro, Tite, que se vai despedir do comando do ‘escrete’ no final do Mundial, já confirmou o regresso de Neymar à titularidade diante da Coreia do Sul, após o avançado do Paris Saint-Germain ter falhado os duelos com helvéticos e africanos, devido a lesão.

No outro jogo do dia, o Japão vai medir forças com a vice-campeã mundial Croácia, às 18:00 locais (15:00 em Lisboa), em Al-Wakrah, depois de ter vencido surpreendentemente o Grupo E, com triunfos sobre a Espanha e a Alemanha, sendo que os espanhóis foram relegados para o segundo posto e os germânicos ficaram pelo caminho.

Esta é a quarta vez que os nipónicos atingem os ‘oitavos’ - depois de 2002, 2010 e 2018 -, mas nunca passaram desta fase da competição, ao contrário dos croatas, que, na última edição, perderam a final para a França e, em 1998, ficaram no terceiro lugar.

O vencedor desta partida encontrará nos quartos de final o vencedor do Brasil-Coreia do Sul.

O quadro dos quartos de final, que ficará completo na terça-feira, com os jogos Marrocos-Espanha e Portugal-Suíça, tem já confirmados os duelos Países Baixos-Argentina e Inglaterra-França.

O SAPO está a acompanhar o Mundial mas não esquece as vidas perdidas no Qatar. Apoiamos a campanha da Amnistia Internacional e do MEO pelos direitos humanos. Junte-se também a esta causa. 

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.