O Presidente da República confessou hoje que ficou “um bocadinho” desapontado com a derrota da seleção portuguesa de futebol, mas felicitou Paulo Bento por ter conseguido apurar a Coreia do Sul para os oitavos de final do Mundial.

“Estou um bocadinho [desapontado], mas a vida é feita de pequenos desapontamentos”, respondeu Marcelo Rebelo de Sousa, no final do último jogo da seleção das quinas na fase de grupos do Campeonato do Mundo do Qatar, que perdeu por duas bolas a uma.

Tudo sobre o Mundial2022: jogos, notícias, reportagens, curiosidades, fotos e vídeos

O Presidente da República assistiu ao encontro entre as equipas de Portugal e da Coreia do Sul no Club Internacional de Foot-Ball, em Lisboa, mas apenas chegou a cinco minutos do fim da primeira parte. Na altura o jogo estava empatado e o chefe de Estado esperava 'só mais um' para Portugal se tornar a única seleção deste Mundial com três vitórias na fase de grupos.

Tal não aconteceu, mas o Presidente da República advogou que a derrota “não retira confiança” para os oitavos de final e mantém a esperança de ver Portugal na final da competição e de regressar a Qatar para assistir à meia-final.

E a mais de 7.400 quilómetros deixou uns recados ao selecionador nacional Fernando Santos: é necessário “aprender as lições, com outra equipa, outra formação”, já que o próximo jogo “já não é a feijões”.

Veja as melhores imagens do jogo.

“Não basta ser uma equipa melhor, é preciso jogar melhor”, advertiu.

O Presidente da República também felicitou o selecionador da Coreia do Sul, o português Paulo Bento, pelo apuramento para a próxima fase da competição: “Paulo Bento foi muito eficaz, os sul-coreanos foram muito eficazes e nós fomos pouco eficazes.”

Ainda assim, completou, a derrota “não teve consequências” e Portugal ficou em primeiro do Grupo H, o que significa que vai evitar nos oitavos de final a seleção brasileira.

Portugal conquistou hoje o Grupo H do Mundial de futebol de 2022, apesar de perder por 2-1 com a Coreia do Sul, de Paulo Bento, que se qualificou para os ‘oitavos’, eliminando Uruguai e Gana.

A formação lusa, que já estava apurada, adiantou-se aos cinco minutos, por Ricardo Horta, mas, aos 27, Kim Young-Won empatou, depois de uma assistência involuntária de Cristiano Ronaldo, e, aos 90+1, Hwang Hee-chan selou a reviravolta.

Os sul-coreanos saltaram, assim, para o segundo lugar, beneficiando do triunfo por 2-0 do Uruguai sobre o Gana, selado por um ‘bis’ de Giorgian De Arrascaeta, aos 26 e 32 minutos.

Na classificação, Portugal somou seis pontos, contra quatro da Coreia do Sul e do Uruguai, com vantagem dos asiáticos nos golos marcados (4-4 contra 2-2), e três do Gana.

O SAPO está a acompanhar o Mundial mas não esquece as vidas perdidas no Qatar. Apoiamos a campanha da Amnistia Internacional e do MEO pelos direitos humanos. Junte-se também a esta causa. 

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.