O presidente da Assembleia da República (AR), Augusto Santos Silva, destacou hoje o prestígio do futebol português no mundo, considerando a modalidade uma das áreas que dá “mais projeção internacional” ao país, juntamente com a seleção nacional.

“Por ser a segunda figura do Estado e caracterizando-se a ação externa do Estado português pela unidade de todos os órgãos políticos de soberania, faço parte desta boa tradição inaugurada pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e pelo primeiro-ministro, António Costa, que é a de associar as principais figuras do Estado português às iniciativas que, no estrangeiro, mais prestigiam Portugal e o futebol é uma delas”, disse.

Tudo sobre o Mundial2022: jogos, notícias, reportagens, curiosidades, fotos e vídeos

Augusto Santos Silva, que falava aos jornalistas, em Doha, à margem de um encontro com o presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, destacou a projeção da seleção nacional no panorama mundial.

“Há 20 anos consecutivos que a seleção nacional de futebol se qualifica para o Mundial, há muitos anos que faz parte das 10 melhores seleções do mundo. É uma das áreas em que temos mais projeção internacional, mais influência global”, realçou.

Depois de o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, ter assistido ao vivo à estreia de Portugal no Mundial2022, diante do Gana, na passada quinta-feira, será agora a vez de Augusto Santos Silva marcar presença no encontro de hoje, com o Uruguai, em Lusail.

Portugal e Uruguai jogam a partir das 22:00 locais (19:00 em Lisboa), no Estádio de Lusail, em jogo da segunda jornada do Grupo H do Mundial2022, que será dirigido pelo árbitro iraniano Alireza Faghani.

A equipa das ‘quinas’, que venceu o Gana (3-2), na estreia, lidera o grupo, com três pontos, à frente de Coreia do Sul, de Paulo Bento, e Uruguai, ambos com um ponto, enquanto os ganeses, que também hoje defrontam os sul-coreanos, seguem a ‘zeros’.

A 22.ª edição do Campeonato do Mundo decorre até 18 de dezembro, no Qatar.

O SAPO está a acompanhar o Mundial mas não esquece as vidas perdidas no Qatar. Apoiamos a campanha da Amnistia Internacional e do MEO pelos direitos humanos. Junte-se também a esta causa. 

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.