"As negociações decorrem a bom ritmo", disse ontem Alberto da Ponte ao jornal Record. O presidente da Central de Cervejas admitiu que o processo que opõe a empresa ao clube leonino "caminha para um entendimento para que possam ser concluídas as negociações e que dessa forma sejam respeitados os direitos da Sociedade Central de Cervejas.

O líder da cervejeira preferiu, porém, jogar à defesa sobre a ausência de um acordo. "Nada indica que não se conclua", frisou. E nem as críticas de José Eduardo Bettencourt à Liga - que patrocina o organismo e o rival Benfica - afectaram o avanço nas negociações. "Com todas as letras digo que cada um é livre de dizer as parvoíces que quiser. Isso não tem pés nem cabeça."

Resta agora ao presidente do Sporting voltar a debruçar-se sobre este dossier para que o acordo possa tornar-se uma realidade.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.