O Benfica perdeu a Eusebio Cup para o Tottenham, com um golo de Bale aos 55 minutos, mas a derrota não afectou Jorge Jesus, que conseguiu cumprir o outro objectivo.

“Este jogo tinha dois propósitos, que eram ganhar e rodar jogadores. Conseguimos o segundo, que era dar carga de trabalho para eles estarem preparados quando for a sério. Na primeira parte enquanto tivemos frescura física houve intensidade, na segunda, com as modificações fomos perdendo essa frescura”, explicou Jorge Jesus após o jogo.

E quando fala em ser “a sério”, o técnico encarnado já pensa no jogo de sábado contra o FC Porto, para a Supertaça Cândido de Oliveira, e não garante que o onze seja o da primeira parte do encontro com o Tottenham.

“Temos 13 ou 14 jogadores, não quer dizer que este seja o onze base. Mas quanto ao FC Porto o objectivo é outro, a história do jogo é outra”, frisou.

Jorge Jesus garante que a equipa está preparada para o primeiro embate oficial e já tinha deixado o recado aos seus jogadores no final do encontro com o Aston Villa, na final do Torneio do Guadiana, que o Benfica venceu: “Disse aos meus jogadores no final do jogo, a equipa está melhor do que eu pensava”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.