O jogo não começou da melhor forma para os londrinos que logo aos 7 minutos se viram em desvantagem através de uma auto-golo de Petr Cech.

Depois da marcação de um livre no flanco direito, Saha bate John Terry nas alturas e atira de cabeça, fazendo a bola embater caprichosamente no poste, acabando depois por entrar mesmo na baliza do Chelsea ao bater nas costas de Cech. Era o primeiro golo caricato da tarde.

Mas o Chelsea não tremeu e quatro minutos depois a equipa de Carlo Ancelotti chegou à igualdade, com uma excelente execução de Didier de Drogba.

Ricardo Carvalho antecipa-se a Louis Saha quando o Everton saía rápido para o ataque e rouba-lhe a bola para depois entregar a Lampard, que ao primeiro toque coloca no costa marfinense que de pé esquerdo coloca a bola no ângulo superior esquerdo da baliza de Tim Howard.

Estava feito o empate e o Chelsea não tirou o pé do acelerador, chegando à vantagem num lance de insistência na grande área e em que a defesa do Everton se revelou pouco eficaz.

Quem não se fez rogado foi o francês Nicolas Anelka, que acabou por colocar o Chelsea pela primeira vez em vantagem no jogo de Stamford Bridge.

O Chelsea continuou a controlar, mas foi o Everton que voltou a marcar num lance de muita sorte do avançado da equipa de Liverpool Yakubu.

O central português falha o corte e a bola depois de lhe bater nas costas fica à mercê do avançado Everton, que tinha acabado de entrar para substituir o lesionado Jo e levou assim a equipa de David Moyes empatada para o intervalo, quando o relógio marcava já 49’.

À entrada para a segunda parte, o Chelsea mostrou que queria resolver o jogo o mais rápido possível e foi mais uma vez Drogba a colocar os londrinos na frente, depois de um cruzamento de Ivanovic, com Drogba a só ter de encostar.

O Chelsea parecia ter tudo para embalar para o triunfo, mas mais um lance no mínimo curioso devolveu, uma vez mais, o empate ao adversário do Benfica na fase de grupos na Liga Europa.

Na marcação de um canto, Didier Drogba alivia de cabeça mas a bola acaba por voltar a tabelar nas costas de um jogador, desta feita em Louis Saha, enganando novamente Petr Cech, que mais não pôde fazer do que ver a bola acabar no fundo das suas redes.

Até ao final, o primeiro classificado da Premiership procurou o golo da vitória, mas coeso o Everton não cedeu e amealhou dois precioso pontos em Stamford Bridge.

Com este resultado, o Chelsea pode agora ser apanhado pelo Manchester United na liderança do campeonato e não consegue pôr fim a uma série de maus resultados, já que este é já o quarto jogo em que os blues não conseguem a vitória.

O Chelsea, que até aqui tinha ganho sempre em casa para o campeonato, cedeu os primeiros pontos esta época e sofreu três golos quando até aqui tinha apenas sofrido um.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.