Depois da saída de Marco Silva, o Everton regressou às vitórias e venceu em casa o Chelsea por 3-1, na 16.ª jornada da Premier League.

Com Duncan Ferguson ao comando dos 'toffees', depois da saída de Marco Silva, o Everton colocou-se em vantagem logo aos cinco minutos, com Richalson a saltar mais alto que todos os outros e a cabecear para o fundo da baliza dos 'Blues'.

O resultado manteve-se no 1-0 até ao intervalo e no regresso dos balneários o Everton voltou a marcar.

Dominic Calvert-Lewin estava no lugar certo, e num ressalto fez o segundo dos 'toffees', aos 49 minutos.

O Chelsea reduziu os 52' por Kovacic que rematou de primeira ainda de fora de área para fazer o primeiro dos londrinos e a colocar de novo a equipa no jogo.

Os 82 minutos, Duncan Ferguson viu-se obrigado a substituir Lucas Digne por lesão mas dois minutos depois recebeu boas notícias.

Calvert-Lewin, volta a apanhar um ressalto e chuta para o fundo da baliza do Chelsea fazendo o 3-1 aos 84 minutos de jogo.

O resultado não sofreu alterações até ao final e o Everton regressou às vitórias depois de três derrotas consecutivas, subindo ao 14.º lugar da Premier League, com 17 pontos. O Chelsea tem o quarto lugar garantido, mas pode ver a distância para o terceiro lugar, ocupado pelo Manchester City, aumentar de três para seis pontos já esta tarde.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.