José Mourinho está a gerar uma onda de revolta depois de ter sido apanhado a dar um treino ao ar livre, num parque em Londres, com os jogadores Davinson Sanchez, Ndombele e Ryan Sessegnon. Entretanto, o treinador português já veio a público desculpar-se pelo sucedido.

"Aceito que as minhas ações não tenham sido corretas nem de encontro com o protocolo do governo. Só devemos ter contacto com as pessoas com quem vivemos", começou por dizer Mourinho, em declarações ao jornal Mirror.

Mourinho e jogadores recebem aviso do Tottenham
Mourinho e jogadores recebem aviso do Tottenham
Ver artigo

"É vital que todos nós façamos a nossa parte e possamos seguir as instruções do governo para ajudar os nossos heróis de saúde e salvar vidas", acrescentou o técnico do Tottenham.

Também o defesa Serge Aurier publicou nas redes sociais um vídeo seu a correr ao lado de outra pessoa, ignorando, igualmente, a distância imposta pelo Governo de manterem, pelo menos, dois metros de distância.

No Reino Unido, segundo dados oficiais divulgados na terça-feira, 6.159 pessoas morreram devido ao novo coronavírus, 786 das quais nas últimas 24 horas, um novo recorde para o país.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.