Luiz Felipe Scolari passou pelo mesmo que André Villas-Boas no Chelsea. O antigo selecionador nacional, que em 2008 trocou a equipa das quinas pelos londrinos, também não resistiu aos maus resultados e foi despedido por Roman Abramovich.

«É estranho, mas não é assim tão estranho. Eu passei por lá e algumas coisas são conhecidas, inclusive atitudes por parte do presidente. Se ele não quis tomar antes uma atitude com os jogadores, em vez de fazê-lo com o técnico, não sou eu que, dois anos depois, vou ficar aqui a insistir com o assunto. Será um inferno para o seu sucessor», disse esta segunda-feira à imprensa brasileira.

A união dos jogadores do Chelsea é famosa. Na altura, o relacionamento tenso que Scolari tinha com Didier Drogba, um dos veteranos da equipa, ditou o fim da sua estadia em Stamford Bridge.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.