O arranque da temporada 2014/15 elegeu a Liga Inglesa de futebol como uma das que mais gastou em transferências de jogadores. Neste defeso, o Manchester United, com a intenção de voltar a entrar no panorama dos candidatos ao título depois da péssima época do ano passado, foi a equipa que mais gastou na seção de reforços.

De acordo com o site "Transfermarket", o internacional argentino Di Maria ficou na frente como o jogador mais caro a entrar na Premier League. "Angelito" custou 79,95 milhões de euros ao Manchester United quando trocou o Real Madrid pelos "red devils".

No entanto, a equipa de Louis Van Gaal não se ficou por aí. Old Trafford abriu as portas para receber Luke Shaw (37,50 milhões de euros) proveniente do Southampton, Ander Herrera (36 milhões de euros) vindo do Athletic Bilbao e, no último dia do mercado, o colombiano Falcao. O antigo avançado do Mónaco chegou por empréstimo de uma temporada por dez milhões de euros.

Contudo, os "red devils" não foram os únicos a fazer mexer o dinheiro. O Arsenal de Arsène Wenger garantiu a segunda contratação mais cara deste defeso. De Barcelona para Londres chegou o internacional chileno Alexis Sánchez a troco de 42,50 milhões de euros.

O pódio das transferências mais caras volta à cidade de Manchester, mas à equipa que veste de azul. A contratação do defesa central ex-FC Porto Mangala custou ao "citizens" 40 milhões de euros.

Fora do pódio, o Chelsea de José Mourinho ficou com o quarto lugar com a chegada do avançado Diego Costa por 38 milhões de euros. Depois de uma boa época com o Atlético de Madrid, o hispano-brasileiro trocou o campeonato espanhol pela Premier League e tem estado em estaque no arranque dos "blues". De Espanha chegou ainda Fábregas. O antigo jogador do Barcelona deixou o clube culé para assinar pela formação londrina a troco de 33 milhões de euros.

O vice-campeão em título, Liverpool, também esteve bastante ativo nas transferências. Os "reds" garantiram a chegada da dupla do Southampton Adam Lallana (31 milhões de euros) e Deja Lovren (25,30 milhões de euros) e acrescentaram mais milhões à já elevada soma.

Incomum nestas andanças é a presença do Everton. Os "toffees" garantiram a presença na lista dos mais "gastadores" com a transferência histórica de Romelu Lukaku para Goodison Park. O internacional belga, que já tinha jogado no Everton no passado, chegou a título definitivo a troco de 35,36 milhões de euros, proveniente do Chelsea.

Ao todo, contabiliza-se um total de 399,61 milhões de euros (sem contar com Falcao, que chegou por empréstimo) gastos em apenas dez jogadores.

Confira a lista das transferências mais caras do futebol inglês nesta temporada:

Di María – 74,95 milhões de euros – Real Madrid – Manchester United

Alexis Sánchez – 42,50 Barcelona - Arsenal

Eliaquim Mangala – 40 FC Porto – Manchester City

Diego Costa – 38 Atlético de Madrid - Chelsea

Luke Shaw – 37,50 Southampton – Manchester United

Ander Herrera – 36 Athletic Bilbao – Manchester United

Romelu Lukaku – 35,36 Chelsea – Everton

Cesc Fàbregas – 33 Barcelona - Chelsea

Adam Lallana – 31 Southampton – Liverpool

Dejan Lovren – 25,30 Southampton – Liverpool

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.