Villas-Boas segue mesmo viagem para o Chelsea, apanhando de surpresa o FC Porto e a sua direcção comandada por Pinto da Costa.

Peça fulcral para convencer o técnico foi um possível contrato de quatro ou cinco anos que ascende aos 25 milhões de euros. Quanto ao FC Porto, o clube receberá os 15 milhões de euros da cláusula do contrato do treinador.

Mas Villas-Boas poderá não seguir viagem sozinho. Falcao e Moutinho poderão fazer-lhe companhia na capital londrina. O jornal Record dá conta de um negócio na ordem dos 85 milhões de euros (Villas-Boas – 15 milhões, João Moutinho – 40 milhões e Falcao – 30 milhões).

Esta notícia não foi bem recebida pela nação portista, tendo os Super Dragões, claque afecta ao FC Porto, convocado uma manifestação à porta de casa do treinador que, no entanto, foi posteriormente desmarcada.

Apesar disso, cerca de 30 adeptos ainda surgiram à porta de casa de Villas-Boas, tendo a polícia por perto.

Sobre possíveis substitutos para a vaga deixada em aberto, os nomes mais falados são os de José Peseiro, Vítor Pereira (ex-adjunto de Villas-Boas), Rui Faria e Leonardo Jardim.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.