Marcel Desailly, ex-jogador do Chelsea, defendeu André Villas-Boas, depois de este ter sido despedido do clube londrino no último domingo, assumindo mesmo ter ficado «aborrecido» com a atitude do patrão dos Blues.

«Talvez o Abramovich estivesse demasiado nervoso e acabou por fazer uma decisão rápida. A estabilidade é muito importante num clube, especialmente no Chelsea. Nunca serão como o Manchester United ou o Arsenal, onde o treinador acaba sempre por ficar, aconteça o que acontecer», disse o ex-internacional francês ao The Sun, salientando que «não lhe deram a possibilidade de se expressar taticamente».

Para o antigo central do Chelsea, Villas-Boas é «inteligente e brilhante»

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.