"Na primeira parte o Sporting esteve por cima e na segunda o Benfica esteve melhor. A eficácia fez a diferença. Criámos oportunidades, não marcámos e o Benfica marcou", disse Carlos Carvalhal na “flash interview” da SportTv.

Em relação ao lance no início da segunda parte entre Luisão e Liedson, Carvalhal considerou que João Ferreira deveria ter expulsado Luisão com cartão vermelho, reiterando ainda que “nesta Liga tem sido muito fácil expulsar jogadores do Sporting”, numa clara alusão aos casos de João Pereira e Marat Izmailov.

"Tem sido muito fácil expulsar os jogadores do Sporting. O Benfica deveria ter ficado reduzido a 10 no início da segunda parte. Este lance é evidente e o árbitro esteve mal. Também houve muitas faltas à entrada da área, mas não quero falar de arbitragem. Mas são estes pormenores que fazem a diferença num jogo."

Em relação ao seu legado no Sporting, uma vez que não será o treinador em Alvalade na próxima época, Carlos Carvalhal afirmou que conseguiu levantar uma equipa que estava muito debilitada e onde quase reinava o caos emocional.

“Inicialmente, a equipa estava muito destabilizada e fragilizada, depois tivemos uma série de 7 jogos, com 4 derrotas e 3 empates, que coincidiu com alguns problemas no clube que são públicos e isso reflectiu-se na equipa. Conseguimos levantar o moral,  começar a jogar bom futebol,  marcar golos e sofrer menos. Há sempre coisas que não controlamos, mas conseguimos criar uma equipa” afirmou o técnico do Sporting, que apenas respondeu às perguntas do “flash interview” da SportTV, não tendo comparecido na habitual conferência de imprensa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.