“A estratégia era para ganhar os três pontos. Não que nos faltasse respeito sobre o Sporting, mas porque acreditávamos cada vez mais que o trabalho e as ideias surgem com maior fluência. Isto era importante para nós, fazer este jogo em casa, consistente, seguro, pressionante, obrigando o Sporting a jogar directo e conseguimos.” Disse o treinador pacence na Flash Interview da Sport Tv.

Sobre os jogadores do Paços de Ferreira, o técnico português teceu rasgados elogios aos seus atletas mas lamentou as opções ofensivas da sua equipa.

“Tenho que dizer que os meus jogadores cumpriram na íntegra todo o processo e o plano desenvolvido para o jogo. Diria que tivemos momentos brilhantes, de forma que aqui e ali, nos momentos de decisão, do último passe, em que podíamos ter tido ideias diferentes, podíamos ter escolhido e construído outras situações ofensivas, com ideias mais seguras e com finalização mais próxima, mas fomos uma equipa muito determinada. Não deixámos jogar o Sporting, retirámos o espaço todo, e por isso parece-me que fomos uma equipa competente, que lutou por um resultado diferente para melhor, mas o Sporting também vale muito pelo seu todo e parece-me que a divisão de pontos é justa.”

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.