O Benfica deixou uma mensagem de confiança nas redes sociais, relembrando que ainda faltam disputar oito finais.

"O momento é de olhar o futuro, cerrar fileiras e voltar a acreditar.

Quanto mais depressa reagirmos, mais próximos estaremos de regressar ao trilho do título, o qual nos habituámos a percorrer nos últimos anos, com destaque para o Tetra e a Reconquista alcançados.

Objetivamente, está tudo em aberto. Temos oito finais pela frente e estamos a apenas dois pontos da liderança. No ano passado, esta equipa já demonstrou que tem capacidade e ambição para se manter na luta pelos objetivos do clube.

E, na presente temporada, a equipa que leva quatro empates consecutivos é a mesma que venceu 16 jogos seguidos neste Campeonato, que chegou à 19.ª jornada com 18 vitórias e estabeleceu um novo recorde de vitórias consecutivas em deslocações no Campeonato.

O jogo, ontem, em Portimão, ficou marcado pelo contraste entre uma primeira parte muito satisfatória e uma segunda parte inesperadamente antagónica às nossas pretensões. Bruno Lage fez eco disso mesmo, realçando a importância de "prolongarmos no tempo o que fizemos na primeira parte".

Pelo que a nossa equipa já demonstrou no passado e em grande parte da presente temporada, cabe-nos apoiar e acreditar que saberemos, mais uma vez, dar a volta à situação em que nos encontramos para que continuemos a lutar pela revalidação do título nacional.

Entretanto, disputadas duas jornadas após a retoma das competições, começamo-nos a aperceber das dificuldades que a paragem prolongada e a ausência de público nas bancadas significam para todas as equipas. As suspeitas de como as equipas reapareceriam após quase três meses sem competição confirmaram-se, notando-se alguma falta de ritmo generalizada, bem como um impacto negativo causado pela ausência do calor humano nas bancadas.

Porém, este é o contexto que se nos apresenta, que é igual para todos e não depende dos clubes a sua alteração. É com ele que temos de lidar e, faltando oito jornadas, é com as circunstâncias e vicissitudes correntes que temos de nos focar na conquista do nosso 38.º título nacional.

Como nos tem ensinado esta edição do Campeonato, aliás à semelhança de outras num passado recente, engana-se quem pensar que o título está entregue quando faltam ainda oito jornadas e distamos apenas dois pontos do líder. O Benfica nunca desistirá, os benfiquistas nunca desistirão, a nossa equipa nunca desistirá.

Somos o clube mais ganhador porque sempre tivemos capacidade de superação e soubemos sempre unir-nos nos momentos mais difíceis. Nós acreditamos!"

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.