Pinto da Costa falou da equipa do FC Porto e das ambições para esta temporada. Na mais recente edição da revista "Dragões", o líder dos "azuis-e-brancos" mostra-se satisfeito com o plantel às ordens de Lopetegui e reafirma que o objetivo é a conquista do título de campeão português.

"A nossa equipa ainda é um bebé, mas todas as análises sérias só nos podem deixar satisfeitos com o que temos feito. Trata-se de uma equipa nova. Nova porque contratámos muitos jogadores e nova porque temos uma equipa constituída por jovens ambiciosos e cheios de qualidade, a que se juntam outros com mais experiência. Para esta época o nosso objetivo é recuperar o título nacional, mas isso sabemos que é uma longa caminhada, com altos e baixo, mas que estamos convictos terminará com sucesso", escreveu Pinto da Costa.

Quem também falou à revista do clube foi Martins Indi. O holandês nascido no Barreiro falou da alegria do seu pai quando este soube que vinha para o FC Porto.

"O meu pai chorou quando soube da oportunidade de vir para o Porto. Ficou tudo praticamente fechado antes do Mundial. Quero ganhar títulos aqui", disse Martins Indi, que não se sente substituto de Mangala.

"Ele é ele, eu sou eu. Tenho de agarrar esta oportunidade. Não sinto pressão extra por isso", disse Bruno Martins Indi.

Óliver Torres foi outro dos jogadores do plantel principal a falar à revista "Dragões". O jovem médio espanhol elogiouu Julen Lopetegui, técnico com quem já tinha trabalhado nas seleções jovens de Espanha.

"Ele é a pessoa que me diz que confia em mim e que posso ficar tranquilo. Desde os sub-18. A verdade é que lhe devo tudo. Foi decisivo para que eu viesse para o FC Porto, pela sua filosofia de jogo e pela liderança da equipa, em que todos os jogadores são importantes", apontou o médio emprestado pelo Atlético Madrid.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.