“Amanhã encontram-se as melhores equipas do campeonato”. É desta forma que Domingos Paciência encara o jogo mais quente da nona jornada da primeira Liga.

Em conferência de imprensa de antevisão do encontro entre o Braga e o Benfica, o técnico dos minhotos está “confiante”. “Vamos atacar este jogo da mesma forma que temos feito nos outros”, acrescentou.

Domingos Paciência admitiu que a “pressão está do lado do Benfica”. “A derrota irá pesar mais ao Benfica. O Braga não gastou 25 milhões de euros para construir uma equipa”, afirmou. O técnico assumiu que “o Braga não é candidato ao título, o Benfica é que é”.

O treinador dos minhotos junta-se aos lote de personalidades que desvaloriza as goleadas do Benfica porque “independentemente da quantidade de golos, continuam a valer os mesmos três pontos”, assumiu.

“O Benfica tem um jogo muito ofensivo, com muita posse de bola, e isso pode ser o segredo das goleadas”, confessou Domingos.

“O Braga vai procurar ser aquela equipa que tem sido até esta altura. Com a mesma identidade, não é por causa do jogo contra o Benfica que iremos mudar. Sabemos que do outro lado esta uma equipa motivada e que tem feito um bom campeonato até agora, mas não iremos mudar os nossos princípios.

Durante a conferência falou-se ainda de um possível duelo e ao mesmo tempo desentendimento entre Domingos e o ex-técnico do Braga e actual treinador dos encarnados Jorge Jesus. O técnico dos bracarenses rematou esse tema dizendo que “no futebol, tal como na vida, há amigos e inimigos e este é mais um caso semelhante”.

“Independentemente do que acontecer amanhã, lutaremos e continuaremos a fazer aquilo que temos feito até agora”, rematou.

O Sporting de Braga recebe o Benfica este sábado, às 21h15, no Estádio Axa, em Braga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.