Debate entre os dois candidatos à presidência do Sporting tem início às 21h00. Os dois candidatos vão discutir as suas propostas. Acompanhe em direto no SAPO Desporto

Bruno de Carvalho e a comunicação no clube: "Vou responder rapidamente. Não falo da sua vida pessoal, mas já falou de falências atrás de falências. Vai trazer certidões? De certeza que vai trazer. Mais uma vez lança uma suspeita sobre os colaboradores do Sporting, mas não diz quem são. Fala do estádio de Chaves, do Marco Silva... sobre comunicação, só ouvi dizer que vai investir. Vai investir em tudo. Para mim, o segundo é o primeiro dos últimos. Fala também do voto eletrónico. Eu, que sou o ditador, não fiz o voto eletrónico. Para mim era muito cómodo e, depois, bastava ter um informático ao lado a fazer as alterações aos votos. As pessoas devem estar aqui por mérito. Isto é tudo uma cambada de falácias. Vamos fazer a Sporting rádio, temos um site novo, vamos criar novas valências. A loja online será um sucesso. Estamos em 140 pontos de centros de retalho, para além de muitos outros locais".

Madeira Rodrigues e as assistências: "As pessoas à minha volta riram-se. Eu estou no Estádio de Alvalade desde 2003. Temos de ser credíveis, e nós estamos a mentir. Isto é que descredibiliza o Sporting. O que afasta os patrocinadores é a mentira. Abutre, lampião, rato, era o que dizia às pessoas em novembro. Ofendeu, no Facebook, a família sportinguista. Entretanto os rivais riram-se de nós".



Madeira Rodrigues e a recompra da Academia: "Está em nome do BCP. Queremos recomprar a Academia, muito diferente da situação das casas das pessoas. O que se exige de mim é ser presidente do Sporting. Quando era miúdo, queria ser jogador. Isso é que é saudável. Eu quero servir o Sporting. Sempre gostei de liderar, mas sempre gostei de ganhar. Eu candidatei-me quando estávamos em quatro frentes"

Bruno de Carvalho e as obras no estádio: "Temos estudos, com orçamentos. Eu, se ganhar as eleições, vou dar a obra a Madeira Rodrigues, porque é bom e barato. Cerca de 2,5 milhões no nosso trabalho. O que foi falado foi que, a única hipótese, era rebaixar todo o relvado, Não podemos fazer lugares onde estão todos ao mesmo nível. Depois, se Madeira Rodrigues quiser ver o nosso estudo, eu mostro".



Bruno de Carvalho e as finanças: 2013-2016, contas consolidades: redução do passivo em 80 milhões , crescimento dos capitais próprios, resultados da SAD positivos durante 2 anos e apenas negativos no último. Direitos de TV: estamos a falar em julho de 2012 em cerca de 12,5 milhões; desde que chegámos, agora são 26 milhões. É isto que os investidores têm visto. Vamos com 152 mil sócios, maior crescimento num mandato. Subimos fortemente aqui. Evolução das bilheteiras: quando entrámos houve uma subida tremenda e agora estabilizámos nos 3,3 milhões.

Tivemos a nível de gastos uma descida tremenda quando entrámos, os proveitos com subida tremenda. Sem venda de jogadores passamos para 81,6. Isto sem vendas. Estamos equilibradíssimos entre receitas e custos operacionais. Montero marcou quando já tinha tudo acordado, queria ir embora e não podíamos prendê-lo. Teo marcou 16 golos e foi muito importante. Vejam gastos e proveitos, nos relatórios, o que tem sido esta gestão.

Sobre o estádio, há várias soluções a estudar e o que disse é uma realidade. Se ganhar as eleições vou adjudicar a obra a Madeira Rodrigues, trabalha barato e é bom. A nível de cadeiras 1,3 milhões, nos 'videoscreens' cerca de 900 mil. Isto depois dá tudo 2,5 milhões. A única hipótese de se resolver o que se fez de mal era rebaixar todo o relvado, fazer as bancadas em betão, pois não podemos fazer lugares todos ao mesmo nível.



Bruno de Carvalho e as modalidades: "Passámos de 35 para 50 modalidades, recuperámos algumas históricas, trouxemos de volta o futebol feminino. Vamos construir ainda este ano o CAR Moniz Pereira, temos o Gabinete Olímpico, maior participação olímpica, um gabinete de apoio ao atleta. Temos várias academias de várias modalidades a decorrer. Moniz sempre foi correto. Isto de falar em Moniz ser sócio número 2... a verdade é que vamos dar o seu nome a um CAR. Somos uma referência do desporto adaptado, o maior do Mundo com mais modalidades adaptadas; o pavilhão, que está a acabar de ser construído e muitos duvidavam. É para manter estas equipas e o investimento. Esta equipa que lidero deu dois títulos europeus ao Sporting. É ver também a possibilidade de trazer novas modalidades".

Madeira Rodrigues sobre o balanço do mandato de Bruno de Carvalho

"Sabe o que diria Bruno de Carvalho sobre o seu mandato em 2013? Que seria um fracasso. Agora diz que foi um sucesso. Se eu não for campeão nos próximos quatro anos, nem me recandidato. O futebol é o que mais interessa às pessoas. Nunca disse a Jorge Jesus que é o melhor do mundo, não vou alimentar egos. Massajou o ego a um treinador que, por si, é bastante egocêntrico. Não temos cá o Dier, o Ilori, o Cédric, o próprio João Mário. Carrillo saiu por zero para o nosso rival. Conseguimos fazer um excelente negócio com Slimani, mas foram erros atrás de erros".

Madeira Rodrigues e a formação

"A nível da formação, o Sporting deixou-se apanhar pelos rivais. Os pais dos miúdos queriam pô-los no Sporting. Infelizmente, fomos perdendo o comboio. Nesta altura há uma enorme desorganização. Veja-se o número de selecionados para as Seleções. Os sub-17 que ganharam o título europeu não tinham nenhum titular do Sporting. A equipa B é o corolário de uma aposta errada. A equipa B é fundamental para fazer a transição entre os juniores e a equipa principal. Não é contratar carradas de jogadores de fora, temos e que aproveitar os da Academia. O jogador do Sporting vive a camisola de outra forma. Eu representei o Sporting, com a camisola do futebol. Eu andei numa zaragata em campo, Bruno de Carvalho andou numa discoteca, na Madeira".

Madeira Rodrigues sobre o balanço do mandato de Bruno de Carvalho

"Sabe o que diria Bruno de Carvalho sobre o seu mandato em 2013? Que seria um fracasso. Agora diz que foi um sucesso. Se eu não for campeão nos próximos quatro anos, nem me recandidato. O futebol é o que mais interessa às pessoas. Nunca disse a Jorge Jesus que é o melhor do mundo, não vou alimentar egos. Massajou o ego a um treinador que, por si, é bastante egocêntrico. Não temos cá o Dier, o Ilori, o Cédric, o próprio João Mário. Carrillo saiu por zero para o nosso rival. Conseguimos fazer um excelente negócio com Slimani, mas foram erros atrás de erros".

Madeira Rodrigues e a formação

"A nível da formação, o Sporting deixou-se apanhar pelos rivais. Os pais dos miúdos queriam pô-los no Sporting. Infelizmente, fomos perdendo o comboio. Nesta altura há uma enorme desorganização. Veja-se o número de selecionados para as Seleções. Os sub-17 que ganharam o título europeu não tinham nenhum titular do Sporting. A equipa B é o corolário de uma aposta errada. A equipa B é fundamental para fazer a transição entre os juniores e a equipa principal. Não é contratar carradas de jogadores de fora, temos e que aproveitar os da Academia. O jogador do Sporting vive a camisola de outra forma. Eu representei o Sporting, com a camisola do futebol. Eu andei numa zaragata em campo, Bruno de Carvalho andou numa discoteca, na Madeira".

Afastamento do Sporting

"Nos últimos 20 anos houve um afastamento de sócios. Esta dinastia tem uma figura de proa chamada José Maria Ricciardi, aquela pessoa que Daniel Sampaio disse que escolhia presidentes, jogadores e treinadores. É isto que temos de mudar".

Assistências

"Estava a ver um jogo recentemente e estavam no estádio muito menos pessoas do que oficialmente foi dito".

Bruno de Carvalho e as contas do Sporting: "Saldo entre contas e vendas são 86 milhões".

Madeira Rodrigues e a equipa B - "É fundamental para fazer o salto para a equipa B. Queremos aproveitar os jogadores da Academia. Os jogadores que crescem na escola do Sporting são jogadores diferentes. Eu ao contrário de Bruno de Carvalho.

Madeira Rodrigues e apresentação do treinador: Não vamos fazer a mesma coisa que o Bruno de Carvalho fez com o Dortmund., a obecessão com o nosso rival não nos ajuda.

Bruno de Carvalho sobre o treinador que vai apresentado pelo Estoril: "O balneário tem reagido de forma péssima?. Dizer que vai apresentar o treinador após o jogo do Sporting é o quê? Isto é para desestabilizar. É uma campanha sem interesse nenhum".

Bruno de Carvalho e os títulos conquistados: A média desta direção é de três épocas por Taça e três épocas por Supertaça. Oito épocas por campeonato, cinco por campeonato e cinco por supertaça. A nossa média é superior aos últimos 50 anos".

Pedro Madeira Rodrigues sobre Jorge Jesus: "Jorge Jesus foi convidado e ao ceder, e afastou-se de mim. A partir daí, comecei a procurar outro treinador. Jorge Jesus não é referência nenhuma. Tem ganho muito dinheiro e o que deixou foi uma Supertaça. Eu não tenho que despedir, ele vai afastar-se. Ele é um bom treinador, e sabia que não seria fácil introduzi-lo no nosso projeto. A saída de Jorge Jesus vai ser limpinha limpinh

Lazlo Boloni e Delfim? Madeira Rodrigues - Eles vão ajudar o Sporting a voltar a ganhar, são campeões, têm cultura ganhadora e trazemos estes campeões para trabalhar connosco.

Madeira Rodrigues - Essas pessoas não eram Yes Man e pensam por elas. Delfim. Mais um grande campeão que queremos trazer ao Sporting. Sacrificou-se muito. Nós estamos habituados a ser ofendidos pelo presidente do Sporting Clube de Portugal. Ao contrário de si [Bruno de Carvalho], não sou fã do Facebook. Você [Bruno de Carvalho] é que me chamou de imbecil, abutre, de benfiquista e de amador foi o Bruno de Carvalho. Ouvimos dizer que o próximo diretor desportivo do Sporting se chama André Geraldes. Que capacidade tem para a função, comparando com Lazlo Boloni.

Bruno de Carvalho - Há de facto há muitas diferenças entre as pessoas da lista A e da B. O que nós queremos, é continuar neste trabalho, queremos continuar com as mesmas pessoas, que têm quatro anos de experiencia, e conselho leonino que é transversal a todas as pessoas da sociedade. Temos feito um trabalho de agregação. Saída de Vítor Ferreira? Vítor Ferreira foi afastado por unanimidade quer do clube, quer da SAD. Como somos pessoas de bem, quisemos que fosse ele próprio a sair. Estava no mundo do futebol, mas há 20 anos afastado do mesmo. Mário Saldanha foi um exemplo claro daquilo que foram as alterações no Conselho Leonino. Mário Saldanha deixou de falar comigo, quando lhes retirámos os 'business seats' e os colocámos em lugares menos centrais nas bancadas. A partir daí, deixou de me falar mais. Posso falar também de Vítor Espadinha, 'palhaço, ridículo, anormal, abécula', isto foram as palavras que um candidato a um orgão social de Madeira Rodrigues disse. Em quatro anos afastámos duas pessoas. Sobre Rui Morgado é um elemento que desde o primeiro dia (...) o seu grupo foi um lavar de roupa suja desde que esteve no clube. Colocou em causa o número de sócios do Sporting num post. Foi pedido ao Rui [Morgado] para se ir embora. Isto são as pessoas que eram da minha lista, estamos a falar de um candidato que é o José Pedro Rodrigues, que teve um processo contra o Sporting e perdeu o Sporting. O Delfim tem um processo contra o Sporting, depois da lesão. O Sporting está na direção da Liga, está nos grupos de trabalho da Liga. O Sporting viu nas suas propostas do conselho de arbitragem, tivemos um influência bastante grande. Estamos lá. Estamos presentes. Estamos na FIFA e na UEFA. Se há coisa que o Sporting tem crescido é na união da presidência sportinguista.

Pedro Madeira Rodrigues - Tenho-me reunido das melhores pessoas, as pessoas esperam que trabalhemos em equipa, são duas equipas que têm mandado. Vai ser uma forma de trabalhar, uma comunicação muito dirigida para o sportinguistas. Vai ser fundamental trazer-mos essa militância para o Sporting. Engrandecer o Sporting. Vítor Ferreira, Rogério de Brito, Mário Saldanha, Pedro Rebelo Pinto. Queremos equipas competitivas, mas com finanças saudáveis. Queremos que que Mário Moniz Pereira fique como sócio perpétuo. Bruno de Carvalho tem trazido boas pessoas para trabalharem com ele, mas depois não consegue mantê-los.

Pedro Madeira Rodrigues - Temos mostrado que temos um projecto para o futuro. Claramente somos muito diferentes. Temos pessoas diferentes. A estrutura para o Sporting. Ontem apresentei para o Sporting um campeão. Vamos finalmente ter uma estrutura, algo de que Jorge Jesus se queixou. Vamos falar na diferença a nível da formação, jogadores, para o estádio. Acredito que os Sportinguistas venham votar.

Bruno de Carvalho: É muito importante estarmos a fazer o debate aqui, temos que valorizar o que é nosso. Eu disse que quando apresentei a minha candidatura, fiz uma trabalho visto por todos. Uma alteração completa que era o desinvestimento nas modalidades. E queremos que as pessoas vejam aquilo que nós fizemos, olhem para os projetos e candidatos, livremente tomem as suas decisões, vejam quem tem mais know how, capacidade de liderança e votem de consciência e a liberdade que o Sporting sempre teve. O Sporting precisa que os Sportinguistas se mobilizem e que os sportinguistas transformem estas eleições nas mais concorridas de sempre. Dirijam-se no dia 4 a Alvalade. E no final que ganhe o Sporting.

Tem início o debate. Como é que os candidatos vão convencer os sportinguistas a votar

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto