Godinho Lopes acredita que a três jornadas do final do campeonato ainda é possível conquistar um lugar no pódio da Liga portuguesa.

«Pena é não termos chegado a tempo de ficar mais alto», disse o presidente leonino, assumindo também tristeza por estar arredado das finais das provas nacionais e europeias, quando esta noite se volta a disputar um Benfica-FC Porto.

«Estamos no final de época, a preocupação e acabar melhor possível, com as aspirações que tínhamos. (…) Se me quer perguntar se me deixa triste [Sporting ficar de fora dos grandes jogos], claro que sim», sublinhou.

Quanto à desistência de Bruno de Carvalho de prosseguir nos tribunais com a impugnação das eleições, Godinho Lopes é parco em palavras.

«Passado é passado, a minha preocupação sempre foi relativa, sempre estive de consciência tranquila», disse.

Já no que respeita ao último clássico entre dragões e leões, não tem dúvidas que o lance de Rolando, em que toca com a mão na bola dentro da grande área, «era penalti». «Tive oportunidade de dizer isso a quem estava ao meu lado».

Godinho Lopes esteve esta quarta-feira, na Clínica da CUF, na assinatura de um protocolo na área de serviços médicos com a José de Mello Saúde, uma das iniciativas «para aproximar os sócios do clube» e que o presidente dos leões quer que chegue «a todo o país».

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.