Armando Ernesto Seivana, com pouco mais de 60 anos, trabalhava como carpinteiro na vizinha Suazilândia, mas vivia na vila fronteiriça da Namaacha, onde assistiu ao “derby” do campeonato português transmitido pela Televisão de Moçambique.

Cerca de 15 minutos após o início do jogo, enquanto festejava o golo do avançado paraguaio Óscar Cardozo, o “fervoroso adepto” moçambicano terá sofrido um fatal ataque cardíaco, noticiou hoje a Rádio Moçambique.

“Ouvimos o Armando a festejar com um grito o golo e, logo depois de um estranho silêncio, vimos o Armando estatelado no chão, já sem vida”, contou à Rádio uma fonte próxima da vítima.

A boa exibição da equipa do Benfica, que começou o campeonato com uma série de maus resultados, terá estado na origem do ataque de coração, provocado pelo excesso de emoção, acredita a fonte.

Visto em todo o país por milhares de adeptos moçambicanos e portugueses residentes em Moçambique, o jogo terminou com a vitória do Benfica, por 2-0.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.