Um pequeno grupo de adeptos do Vitória de Guimarães impediu hoje a entrada de alguns órgãos de comunicação social no treino da equipa de futebol, realizado no complexo desportivo do clube.

A sessão, que começou às 15:30, era aberta, mas um pequeno grupo de adeptos barrou o acesso aos campos de treino, num protesto relacionado com as notícias que deram conta da detenção de elementos de uma claque do Vitória de Guimarães no âmbito de uma operação de combate ao tráfico de droga levada a cabo terça-feira e quarta-feira, nos concelhos de Guimarães, Paredes, Gaia e Porto.

Os adeptos só permitiram a entrada a órgãos de comunicação social locais.

Chamada ao local, a polícia conversou com os adeptos, depois de responsáveis do Vitória de Guimarães já os terem tentado demover.

Em comunicados emitidos quinta-feira, ambas as claques do clube, White Angels e Insane Guys, repudiam as acusações, a segunda negando a detenção de qualquer elemento nessa operação e a primeira frisando que «nunca nenhuma associação pode ser associada às escolhas individuais de quem quer que seja, independentemente dos mesmos fazerem ou não parte do grupo».

Também em comunicado, o clube lembrou que, enquanto instituição, estará «sempre acima dos actos isolados de cada um», mas «pugna pelo cabal esclarecimento dos factos e cumprimento da lei».

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.