Depois de terem conquistado a Supertaça, I Liga, Liga Europa e Taça de Portugal ao serviço do FC Porto na época 2010/2011, o treinador adjunto Vítor Pereira e o técnico principal André Villas-Boas seguiram caminhos diferentes esta temporada.
Vítor Pereira assumiu o cargo de treinador principal dos Dragões enquanto o jovem André Villas-Boas partiu para Stamford Bridge, naquela que foi a contratação mais cara da história dos treinadores. Oito meses depois, Vítor Pereira continua no comando do FC Porto, onde lidera o campeonato português, e Villas-Boas foi recentemente despedido do Chelsea devido aos maus resultados.
«O afastamento do André é algo que me entristece porque é uma pessoa muito competente. Já conversámos e ele disse que quer estar resguardado e tranquilo, a fortalecer-se para rapidamente voltar ao ativo», confessou, esta quinta-feira, Vítor Pereira, à margem da conferencia de imprensa de antevisão do jogo com a Académica.
O FC Porto, líder do campeonato com 52 pontos, defronta, este sábado às 20h15, a Académica de Coimbra, 10.º com 22 pontos, em jogo da 22.ª jornada da I Liga, no Estádio do Dragão.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.