Resumo

O Benfica venceu o Sporting por 2-1 e mantém a primeira posição do campeonato com mais cinco pontos do que o rival. No Estádio da Luz, Salvio e Raúl Jiménez marcaram para os ‘encarnados’, Bas Dost reduziu para o clube leonino. Num jogo em que a liderança estava em jogo, tanto Benfica como Sporting apresentaram-se com os melhores argumentos que tinham à disposição. A equipa de Rui Vitória promoveu apenas uma alteração e lançou Rafa no lugar de Cervi. Nos ‘leões’, Markovic ficou de fora dos convocados com Bryan Ruiz a assumir a posição de apoio ao ponta de lança. No final, a ‘águia’ de Rui Vitória ficou por cima no jogo e na classificação.


O Jogo


Depois de vinte minutos encaixados sem oportunidades evidentes de golo o Benfica chegou à vantagem num lance coberto de polémica. Na sequência de um canto para os ‘leões’, os jogadores do Sporting ficaram a pedir penálti por uma alegada mão de Pizzi, mas que não foi atribuído por Jorge Sousa. No contra-ataque, o Benfica chegou à vantagem com um golo de Salvio.

A partida na Luz mostrou uma grande diferença em termos de estilo de jogo. Enquanto o Sporting tentava criar perigo a partir de trás com um jogo a pedir muito a Gelson e Bruno César nas alas, o Benfica tentou aproveitar com contra-ataques a apostar na velocidade dos homens na frente.

A segunda parte trouxe Joel Campbell à partida e o segundo golo do Benfica. Jiménez antecipou-se e, de cabeça, dobrou a vantagem ‘encarnada’. Apesar do segundo golo, o Benfica viu o Sporting crescer na procura do golo. Golo esse que chegou através de Bas Dost e relançou a partida até ao fim, mas sem que os ‘leões’ conseguissem chegar ao empate.

Com este resultado o Benfica mantém-se na liderança do campeonato e aumenta a vantagem sobre o Sporting. A equipa leonina perdeu a hipótese de chegar ao topo da classificação e foi ultrapassado pelo FC Porto que venceu o Feirense por 4-0.


O momento


Golo do Benfica. O tento que quebrou a igualdade foi muito contestado pelo clube de Alvalade. Antes de Salvio bater Rui Patrício, os ‘leões’ ficaram a pedir grande penalidade por uma alegada mão na bola de um jogador do Benfica. Jorge Sousa não ligou aos protestos e mandou seguir a jogada que culminou com o golo ‘encarnado’.

Melhores


Rafa. No primeiro dérbi com a camisola do Benfica o antigo jogador do SC Braga não evidenciou pressão e esteve em alto nível. Veloz na ala e com a cabeça levantada para os colegas foi um dos melhores do Benfica. Assistiu Salvio com um belo pormenor. Mais apagado na segunda parte, mas sempre pronto para atacar.

Ederson. O guarda-redes das ‘águias’ fez uma série de grandes defesas que adiaram ao máximo o golo do Sporting na segunda parte. Sem hipóteses na cabeçada de Bas Dost, o guardião brasileiro mostrou os motivos que levam Rui Vitória a apostar nele em detrimento de Júlio César.

Joel Campbell. O camisola 7 dos ‘leões’ entrou da melhor forma possível e esteve em destaque na melhor fase do Sporting. O cruzamento para o golo de Bas Dost saiu dos seus pés e trouxe muitos problemas a Nélson Semedo. Um dos mais inconformados na derrota.


Piores


Bryan Ruiz. O costa-riquenho foi chamado à titularidade, mas não conseguiu influenciar o jogo da forma que Jorge Jesus gostaria. A posição de apoio ao ponta de lança continua a ser uma das maiores dores de cabeça de cabeça para o treinador do Sporting.

Protagonistas


Rui Vitória

Raúl Jiménez

Salvio

Jorge Jesus

João Pereira

Curiosidades


Há 4 dérbis na Luz que os encarnados não marcavam dois ou mais golos ao Sporting

Benfica repõe os 5 pontos de distância para o Sporting, tem o FC Porto a 4

Benfica marca há 18 jogos consecutivos na Luz para o campeonato

Sporting após Liga dos Campeões, só venceu um jogo (Boavista)

Nos últimos 10 jogos, o Sporting perdeu 4 encontros (Dortmund, Real Madrid, Legia e Benfica)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.