No discurso de encerramento da segunda gala anual dos Dragões de Leiria, Pinto da Costa voltou a desmentir as notícias de que o FC Porto teria sido responsável pela permanência na Académica do treinador André Villas-Boas, que era pretendido pelo Sporting, devido à alegada existência de um pré-acordo com os portistas.

“Era uma maneira de tentar atingir o FC Porto e destabilizá-lo. Quando as pessoas têm isso como uma autêntica paranóia e sonham como hão-de inventar, caiem no ridículo de, em primeiras páginas - talvez por falta de escutas para esse dia -, porem noticias como essa”, afirmou.

Pinto da Costa frisou que o treinador Jesualdo Ferreira é “tricampeão nacional” e tem contrato com o FC Porto “para esta época e a próxima”.

Respondendo ao apelo para que se recandidatasse feito pelo presidente da Casa do FC Porto - Dragões de Leiria, Luís Rijo, o presidente do FC Porto prometeu “continuar a lutar” pelo clube.

“Enquanto sentir que essas pessoas que odeiam o FC Porto, que sistematicamente me pretendem ofender e perseguir, continuarem a descer ao ridículo e à imbecilidade deste grau, é evidente que tenho de considerar que ainda lhes faço mossa com a minha presença à frente do FC Porto e, por isso, perante todas estas asneiras e invenções, tenho apenas uma palavra: desprezo”, sublinhou.

Aproveitando a presença do vice-presidente da Câmara Municipal de Leiria, Gonçalo Lopes, o dirigente “azul e branco” enalteceu o “respeito” e o “interesse” da “autarquia pelo desporto, voltando a criticar a gestão de Rui Rio no município portuense e o adiamento da regionalização.

“Com uma presença numa delegação, demonstram bem o interesse que para todos vós tem o desporto. Felicito-o por isso, felicito os leirienses e, se tiverem umas horas vagas, vão dar umas lições à Câmara do Porto, que eu fico muito agradecido”, referiu.

Nesse sentido, Pinto da Costa considerou ser “muito difícil” estar “na linha da frente a lutar com um pais cada vez mais centralista” para “quem não vive à volta da capital”, manifestando, novamente apoio à regionalização: “Quando os ouvimos falar disso, vemos-lhes crescer o nariz”.

Durante a manhã, o dirigente procedeu à inauguração das novas instalações da Casa do FC Porto - Dragões de Leiria.

Na segunda gala anual dos Dragões de Leiria foram homenageados, com os prémios “Chama do Dragão”, nove jovens atletas do clube.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.