Os encarnados, a jogarem em casa, tomaram a iniciativa de jogo e encostaram os bracarenses à sua área defensiva. O primeiro sinal de perigo na partida pertenceu ao SL Benfica por intermédio de Carlos Martins que aos 7 minutos rematou com violência de fora da grande área para defesa de Felipe.

O Sporting Braga tem sentido algumas dificuldades em controlar as operações do meio campo encarnado e apenas de contra-ataque tem chegado à baliza de Roberto.

Aos 17 minutos, Kardec ganhou posição na grande área de Felipe e rematou para defesa apertada do guarda-redes brasileiro.

Aos 34 minutos, e com o sentido de jogo apontado totalmente à baliza do Braga, Saviola, num remate de pé esquerdo em arco, obrigou Felipe a negar o golo ao avançado argentino.

Perto do final da primeira parte, Carlos Martins cobra um livre na esquerda que levou muito perigo à grande área bracarense. Luisão cabeceia para outra grande defesa de Felipe.

Já perto do intervalo, o Sporting Braga teve duas ocasiões perigosas para marcar. Aos 44 minutos, Elderson remata para grande defesa de Roberto, que um minuto depois vê a bola a passar muito perto da sua baliza num remate violento de Lima.

Tudo a zero nos primeiros 45 minutos de jogo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.