Declarações de Alberth Elis, jogador do Boavista, à Sport TV, após o empate 2-2 em casa do FC Porto.

Análise ao jogo: "É um empate com sabor a derrota. Começámos bem, mas no segundo tempo baixámos um pouco e eles fizeram dois golos. Temos de perceber que um jogo são 90 minutos, não 45. No segundo tempo não conseguimos manter o mesmo nível. Mas é um ponto importante e temos de continuar a trabalhar."

Boas exibições o Boavista nos jogos grandes: "Empatámos a jogar melhor do que o adversário. Temos de continuar a trabalhar da mesma forma. Não merecemos estar nesta posição, mas no futebol não se trata de merecer, é fazer. Vamos ter de trabalhar muito porque vamos ter jogos importantes e é preciso lutar para sair desta posição."

Posição favorita na frente: "Jogar no meio ou pelas alas, é-me igual. Procuro fazer o meu trabalho e contribuir com golos."

O FC Porto empatou, este sábado, 2-2 na receção ao Boavista, na 19.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, numa partida em que os ‘dragões’ falharam um penálti e viram um golo ser anulado já perto do final. Com este empate, o terceiro seguido no campeonato, o FC Porto está no segundo lugar, com 41 pontos, a sete do líder Sporting, que tem menos um jogo e pode aumentar a vantagem, enquanto o Boavista está em 17.º, com 15.

No estádio do Dragão, o Boavista adiantou-se no marcador aos oito minutos, com um golo de Porozo, e ampliou a vantagem aos 45+1, por intermédio de Elis. Na segunda parte o FC Porto reduziu por Taremi, aos 54, e chegou ao empate aos 82, com Sérgio Oliveira a apontar uma grande penalidade. Pouco depois, o médio internacional português desperdiçou nova grande penalidade, com o árbitro Manuel Mota a anular um golo de Evanilson já perto do fim, depois de analisar as imagens.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.