O futebolista Alberth Elis, que alinha no Boavista, da I Liga, voltou na terça-feira a representar a seleção das Honduras, um mês após ter sofrido uma lesão no menisco e efetuado uma artroscopia ao joelho esquerdo.

O avançado começou no banco de suplentes o encontro frente a Grenada (4-0), da jornada inaugural do Grupo D da Gold Cup, em Houston, nos Estados Unidos, mas foi aposta a partir dos 64 minutos e assistiu o derradeiro golo de Romell Quioto, aos 88.

Os ‘catrachos’ isolaram-se no topo da ‘poule’, com três pontos, atendendo ao empate entre Qatar e Panamá (3-3), em busca de uma vaga na fase decisiva do principal torneio da Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caraíbas (CONCACAF).

Alberth Elis, de 25 anos, lesionou-se no menisco após o empate com a Costa Rica (2-2, após prolongamento), em 6 de junho, que valeu às Honduras o terceiro lugar na ‘final four’ da Liga das Nações da CONCACAF através do desempate por penáltis (5-4).

O dianteiro fez trabalho de recuperação juntamente com o departamento médico da seleção, na sequência de oito golos em 32 partidas na época de estreia pelo Boavista, estando autorizado a integrar mais tarde os trabalhos sob alçada de João Pedro Sousa.

Os ‘axadrezados’ arrancam a temporada 2021/22 em 25 de julho, ao visitarem o estádio do também primodivisionário Marítimo, em encontro da primeira fase da Taça da Liga, mas viram a preparação ser condicionada do domingo, quando cancelaram o estágio no Algarve, devido a três testes positivos para o novo coronavírus, que provoca a covid-19.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.