O diretor de segurança e operações do Sporting na altura do ataque à Academia de Alcochete, Ricardo Gonçalves, disse esta segunda-feira em Tribunal que, na véspera das agressões, Bruno de Carvalho reuniu com os funcionários do clube para saber quem estava ao seu lado.

"Ele quis saber quem estava com ele, acontecesse o que acontecesse", contou Ricardo Gonçalves, onde acrescentou que sabia da ida de alguns adeptos à Academia, algo que já tinha acontecido anteriormente.

O antigo diretor de segurança do Sporting esclareceu ainda que avisou a GNR, como era também habitual, e que a autoridade aparecia 'à civil' nessas ocasiões.

Ricardo Gonçalves admitiu ainda ter reconhecido alguns dos adeptos presentes em Alcochete como indivíduos "com cargos importantes na Juve Leo".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.